Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 27 de dezembro de 2016. Atualizado às 17h19.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR

Frases e Personagens

Notícia da edição impressa de 09/06/2016. Alterada em 27/12 às 18h23min

Frases e personagens

Lasier Martins (PDT), senador

Lasier Martins (PDT), senador


FREDY VIEIRA/JC
"O ministro Teori Zavascki tem que decidir logo sobre o pedido de prisão de Renan Calheiros (PMDB), José Sarney (PMDB) e Romero Jucá (PMDB), além de Eduardo Cunha (PMDB). O Senado não pode funcionar e tomar decisões sem saber o destino do seu presidente. No caso de Eduardo Cunha, o Supremo levou cinco meses até o afastamento do deputado." Lasier Martins (PDT), senador.
"Eu quero ficar no PDT. Conversei com o presidente Carlos Lupi e expliquei todas as minhas inconformidades. Votei a favor do impeachment da presidente, de acordo a minha consciência e a lei, pois o senador, no caso, era um juiz." Também Lasier Martins.
"O Estado pagou muito à União, mas está devendo mais do que R$ 62 bilhões. É a maior dívida entre os estados. Se o Rio Grande do Sul pegasse toda a sua receita para a dívida, ainda assim, levaria anos para quitar o total." Leonardo Busatto, subsecretário do Tesouro.
"Teremos um encontro nesta quinta-feira, com outros técnicos das Fazendas estaduais, para levar uma proposta, com um denominador comum. O Rio Grande não poder pagar os salários dos servidores em dia é grave problema." Também Leonardo Busatto.
"Apenas a quitação do débito pode originar a saída do cidadão do cadastrado negativado de crédito. As pessoas devem estar atentas ao golpe dos que prometem resolver tudo, uma vez que o consumidor endividado pode buscar saldar seus compromissos sem a necessidade de gastar mais dinheiro com intermediários." Vitor Augusto Koch, presidente da FCDL-RS.
"É possível ver o tamanho da dívida nos postos de atendimento dos principais serviços de proteção ao crédito existentes no Brasil, entre os quais, o SPC. A FCDL-RS recomenda que a pessoa busque, sempre, negociar seu débito com a instituição credora. É o melhor caminho para ter o nome limpo na praça novamente." Também Vitor Augusto Koch.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia