Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 21 de junho de 2016. Atualizado às 19h49.

Jornal do Comércio

JC Contabilidade

COMENTAR | CORRIGIR

Empreendedorismo

Notícia da edição impressa de 22/06/2016. Alterada em 21/06 às 19h11min

Mais de 50% dos MEI não pagaram tributos

Quem deixa de pagar os impostos pode perder benefícios

Quem deixa de pagar os impostos pode perder benefícios


ANTONIO CRUZ/ABR/JC
A falta de informação e, como consequência, o desconhecimento de como é simples cumprir com as obrigações tributárias tem levado o microempreendedor individual (MEI) a ficar inadimplente. Segundo dados da Receita Federal, no País, 55,78% dos MEIs não estão efetuando os pagamentos mensais, que variam de R$ 44,00 a R$ 50,00 (conforme o segmento da empresa). No Rio Grande do Sul, a conta mais recente, com fechamento no mês de abril, revela que 50,4% dos empresários desse porte deixaram de quitar o Documento de Arrecadação Simplificada do MEI (DAS).
A gerente de Atendimento Individual do Sebrae/RS, Viviane Ferran, lembra que manter os pagamentos em dia garante os benefícios que a legislação prevê ao MEI como, por exemplo, auxílio maternidade, auxílio doença, aposentadoria, entre outros. Em contrapartida, a inadimplência pode impedir que o empresário participe de licitações e emita as certidões negativas, requisitadas por clientes, especialmente do setor público.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia