Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 16 de junho de 2016. Atualizado às 22h31.

Jornal do Comércio

Automotor

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado

Notícia da edição impressa de 17/06/2016. Alterada em 16/06 às 21h19min

Câmbio CVT se torna diferencial de March e Versa

Compactos da Nissan passam a ter a opção da transmissão continuamente variável nas versões com motor 1.6 16V

Compactos da Nissan passam a ter a opção da transmissão continuamente variável nas versões com motor 1.6 16V


NISSAN/DIVULGAÇÃO/JC
Com esse acréscimo, a marca japonesa pretende atender a um público crescente no mercado automotivo brasileiro, o de consumidores que buscam a comodidade de uma caixa de marchas automática. Segundo a Nissan, 40% dos futuros compradores de carros compactos querem um automático, e 95% dos atuais proprietários de um modelo manual afirmam que seu próximo veículo contará com tal atributo.
O câmbio Xtronic CVT estará disponível na linha 2017 das versões 1.6 16V SV e SL do hatchback March e 1.6 16V SV, SL e Unique do sedã Versa. A introdução da opção de caixa automática não elimina a configuração manual, a não ser no caso do Versa Unique.
"O March e o Versa serão os únicos do segmento com transmissão continuamente variável, que é usada e aprovada por clientes de categorias superiores", observa François Dossa, presidente da Nissan do Brasil.
O Xtronic do March e do Versa pertence à última geração produzida pela Nissan para veículos compactos. Um de seus aprimoramentos é o sistema "Lock Up", que proporciona acelerações mais vigorosas e sem trancos, transmitindo o torque de forma linear e rápida.
Essa e outras evoluções, além do menor peso, contribuem para que esse câmbio CVT seja mais econômico. Assim, March e Versa automáticos conseguiram obter nota "A" em consumo pelo Programa Brasileiro de Etiquetagem do Inmetro, em suas categorias.
Para não perder competitividade, a Nissan praticará os mesmos valores de revisão dos modelos manuais no March e no Versa com transmissão continuamente variável. Conforme a montadora, os proprietários desembolsarão R$ 2.344,00 para realizar todas as revisões até os 60 mil quilômetros, com intervalos de 10 mil quilômetros.
Há outras novidades na linha 2017 dos compactos da Nissan. Versões foram eliminadas e renomeadas, resultando em modelos de base mais completos.
O Versa possui, agora, vidros elétricos nas quatro portas de série, além do sistema Isofix para fixação de cadeiras infantis, como opcional, a partir da versão 1.6 SV. Os conteúdos dos kits "Pack Plus" e "Pack Multi" foram incorporados às versões de entrada e deixam de ser oferecidos tanto no sedã quanto no hatch.
Os preços do March partem de R$ 38.790,00 e chegam a R$ 58.390,00; enquanto, no Versa, começam em R$ 44.690,00 e alcançam R$ 66.290,00.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia