Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 27 de dezembro de 2016. Atualizado às 15h09.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Senado

Notícia da edição impressa de 01/06/2016. Alterada em 27/12 às 16h13min

Presidente do Conselho vai decidir sobre cassação de Jucá

O presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto Souza (PMDB-MA), recebeu em mãos ontem o pedido de cassação do senador Romero Jucá (PMDB-RR). Ele informou que, até segunda-feira, decidirá se acolhe ou rejeita o pedido. Como de costume, e como foi feito no processo do ex-senador Delcídio Amaral, João Alberto enviou ontem a matéria para a advocacia do Senado, a quem pediu um parecer prévio. De acordo com o senador, ele tem até cinco dias úteis para tomar uma decisão.
Segundo o Código de Ética do Senado, representações contra senadores precisam ser avaliadas inicialmente pelo presidente da comissão, que tem a prerrogativa de aceitar ou rejeitar o pedido.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia