Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 30 de maio de 2016. Atualizado às 17h41.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Partidos

30/05/2016 - 17h32min. Alterada em 30/05 às 17h41min

PDT expulsa Cherini por ter votado em favor do processo do impeachment de Dilma

Cherini chegou a mostrar a bandeira do Estado ao votar pelo processo de impeachment

Cherini chegou a mostrar a bandeira do Estado ao votar pelo processo de impeachment


NILSON BASTIAN/CÂMARA DOS DEPUTADOS/JC
O diretório nacional do PDT expulsou nesta segunda-feira (30) o deputado federal do Rio Grande do Sul Giovani Cherini. A medida é confirmada pela assessoria da sigla no Estado e foi tomada como punição por Cherini ter votado a favor da admissão do processo de impeachment da presidente agora afastada Dilma Rousseff, em votação em 18 de abril no plenária da Câmara dos Deputados.
O PDT havia advertido que parlamentares que votassem pelo processo seriam expulsos. O Estado tem mais dois deputados federais pedetistas. Afonso Motta votou contra o processo e Pompeu de Mattos, que é o atual presidente estadual do partido se absteve-se. Outro pedetista que votou favorável ao prosseguimento foi o senador Lasier Martins. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia