Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 18 de maio de 2016. Atualizado às 23h45.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Governo do Estado

Notícia da edição impressa de 19/05/2016. Alterada em 18/05 às 23h44min

Sartori vetará aumento salarial a servidores

Aprovado na noite de terça-feira pelos deputados estaduais, o reajuste de 8,13% relativo aos vencimentos dos servidores do Tribunal de Justiça (TJ), Ministério Público (MP), Defensoria Pública, Tribunal de Contas do Estado (TCE) e Assembleia Legislativa será vetado pelo governador José Ivo Sartori (PMDB).
A afirmação, primeiramente, foi feita por Sartori na manhã de ontem, em evento que reuniu as primeiras-damas municipais na Assembleia. Em seguida, utilizando sua conta no Twitter, o governador justificou o veto, dizendo que "a reposição pretendida é justa, mas inoportuna. Não está em sintonia com a profunda crise que vivemos", defendeu, dando a entender que a situação dos servidores do Executivo é pior do que as das categorias beneficiadas pelo reajuste, especialmente professores e servidores da segurança pública. "Se não tenho condições de dar aumento para quem ganha menos, não posso sancionar aumento para quem ganha mais", argumentou.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia