Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 09 de maio de 2016. Atualizado às 22h25.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Impeachment

09/05/2016 - 22h12min. Alterada em 09/05 às 22h25min

Líderes partidários que apoiam o impeachment criticam decisão de Waldir Maranhão

Agência Brasil
Líderes de partidos que apoiaram a abertura do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados afirmaram que não reconhecem a legitimidade da decisão do presidente da Casa, Waldir Maranhão, Maranhão (PP-MA) de acatar parte do recurso da Advocacia-Geral da União para anular a votação da admissibilidade do processo.
"Trata-se de decisão absolutamente estapafúrdia, ilegal, abusiva e teratológica. Foi um desrespeito à decisão do plenário da Câmara, que, por mais de dois terços de seus membros, autorizou a abertura do processo de impeachment contra a presidente da República", diz trecho de nota à imprensa assinada por líderes de 14 partidos, dentre eles: PMDB, PP, DEM, PSDB, PTB, Solidariedade, PHS, PSB, PSD, PPS e PRB.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia