Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 16 de maio de 2016. Atualizado às 22h39.

Jornal do Comércio

Opinião

COMENTAR | CORRIGIR

editorial

Notícia da edição impressa de 17/05/2016. Alterada em 16/05 às 21h19min

Concessões com regulação avançam no Estado

A Assembleia Legislativa aprovou o modelo de concessões rodoviárias enviado pelo governo do Estado. Ficou pendente o marco regulatório para ser elaborado pelo Palácio Piratini e Secretaria Estadual dos Transportes, viabilizando a solução para um problema que tem afligido o Rio Grande do Sul há anos: construção de novas rodovias, a duplicação de muitas e a conservação precária das atuais.
A crítica sobre o novo modelo foi justamente pela falta de marco regulatório e a cobrança de pedágios, que estariam "voltando". No entanto, a autopista Porto Alegre-Osório, conhecida como freeway, prova que os usuários não reclamam caso tenha um bom retorno com apoio mecânico de toda ordem, além de socorro médico, conservação permanente e melhorias sistemáticas da estrada.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia