Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 25 de maio de 2016. Atualizado às 00h36.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Egito

Notícia da edição impressa de 25/05/2016. Alterada em 25/05 às 00h34min

Legistas sugerem que houve explosão em avião

Buscas por destroços da aeronave no Mar Mediterrâneo continuam

Buscas por destroços no Mar Mediterrâneo continuam


MARINE NATIONALE/AFP/JC
Médicos legistas envolvidos nas investigações da queda do avião da EgyptAir disseram ontem que pedaços de corpos dos passageiros sugerem que houve uma explosão na aeronave. O governo do Egito nega a informação. A notícia reforça a hipótese de terrorismo. O Airbus A320, que fazia o voo MS804, de Paris ao Cairo, caiu no Mar Mediterrâneo com 66 pessoas a bordo na quinta-feira passada pouco depois entrar no espaço aéreo egípcio.
Segundo os peritos, os pedaços dos corpos de passageiros recolhidos perto dos destroços são muito pequenos, sendo o maior deles o pedaço de uma cabeça. Isso, afirmam eles, indica que houve uma explosão a bordo. Os investigadores, no entanto, dizem não ser capazes de determinar o que provocou a explosão ou se há vestígios de explosivos nos restos humanos. Os peritos foram consultados pelas agências de notícias Associated Press e Reuters.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia