Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 23 de maio de 2016. Atualizado às 22h51.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

estados unidos

Notícia da edição impressa de 24/05/2016. Alterada em 23/05 às 22h49min

Obama anuncia fim do embargo de venda de armas ao Vietnã

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou ontem o fim do embargo à venda de armamentos ao Vietnã, um dos últimos vestígios da guerra entre os dois países, que durou 20 anos (1955-1975). Além do fator histórico da medida, a retirada da limitação acontece no momento em que os norte-americanos reforçam sua presença na Ásia devido ao aumento dos gastos militares e das disputas territoriais da China.
O anúncio foi feito em Hanói, durante visita com o presidente vietnamita, Tran Dai Quang. Em entrevista após o encontro, Obama negou que o fim do embargo tenha sido por causa da influência de Pequim. "A decisão de acabar com o embargo está baseada no desejo de completar o que tem sido um longo processo de normalização. Na atual fase, desenvolvemos um nível de confiança e cooperação que inclui nossos militares."
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia