Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 12 de maio de 2016. Atualizado às 02h11.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

América do Sul

Notícia da edição impressa de 12/05/2016. Alterada em 11/05 às 21h12min

Venezuelanos entram em choque com polícia

Milhares de venezuelanos marcharam ontem contra o governo de Nicolás Maduro, reivindicando que autoridades eleitorais comecem a contar as assinaturas que pedem por um referendo para revogar o mandato presidencial.
Líderes da oposição esperavam marchar em direção a um prédio eleitoral em Caracas, mas policiais o cercaram. Alguns oficiais arremessaram gás contra os manifestantes para mantê-los à distância. O ex-candidato presidencial Henrique Capriles, um dos principais líderes da oposição, foi um dos afetados pelo gás lacrimogêneo lançado durante o conflito.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia