Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 27 de dezembro de 2016. Atualizado às 15h09.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Direitos Humanos

Notícia da edição impressa de 01/06/2016. Alterada em 27/12 às 16h12min

Ato no Centro da Capital gaúcha alertará para casos de estupro no Brasil

Está marcado para hoje, às 17h, um ato na Esquina Democrática, no Centro de Porto Alegre, em repúdio ao estupro coletivo sofrido na semana passada por uma adolescente de 16 anos no Rio de Janeiro, violentada por 33 homens.
Organizada pelo Facebook, a manifestação chamada Por todas elas pretende denunciar a cultura que está por traz da violência contra as mulheres e mostrar que o caso não foi isolado - a cada 11 minutos, uma mulher é estuprada no País, segundo dados do 9º anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública de 2015.
Manifestações em alusão ao caso já foram realizadas em diversas cidades do País. Ontem, um novo protesto foi realizado no Rio de Janeiro, em frente à favela onde o crime aconteceu, a Barão, na zona oeste da cidade.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia