Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 19 de maio de 2016. Atualizado às 00h16.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Copa do Brasil

18/05/2016 - 22h42min. Alterada em 19/05 às 00h16min

Com gol de jogador talismã nos acréscimos, Vasco empata com CRB e avança

Por pouco a invencibilidade do Vasco não chegou ao fim. Com um gol salvador de Rafael Vaz aos 46 minutos do segundo tempo, o time empatou com o CRB por 1 a 1, nesta quarta-feira, no estádio de São Januário, no Rio, e garantiu a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil. Os cariocas haviam vencido o primeiro jogo por 1 a 0, em Maceió, na última semana.
Foi a primeira partida sem Riascos, cujo contrato se encerrou no fim de semana. O substituto foi Thalles, que decepcionou e foi substituído pelo zagueiro Rafael Vaz, improvisado como centroavante e autor de um gol típico de camisa 9. O gol salvador do "defensor-artilheiro", que também fez o gol do título carioca e dessa vez garantiu a invencibilidade de 28 jogos, faz com que o clube cruzmaltino enfrente o Santa Cruz, em julho, em data que ainda será divulgada pela CBF.
Há tempos o Vasco não fazia um primeiro tempo tão fraco. Mal começou o jogo e o time só não sofreu o gol porque Neto Baiano não quis passar a bola para Diego, que entrava livre na área para empurrar. O centroavante optou pelo chute e errou o alvo. Sem Julio dos Santos e Madson, ambos poupados, os cariocas perderam o lado direito e ficaram sem saída de bola.
Aos 29, saiu o gol. Em falta na entrada da área, Diego cobrou com qualidade e fez 1 a 0. Mesmo atrás, o Vasco não acordou e por pouco não tomou o segundo. Luidy recebeu livre na área, driblou Rodrigo e quando ia finalizar, viu Martin Silva fazer grande defesa.
No segundo tempo, o técnico Jorginho foi ousado e lançou o atacante Eder Luis na vaga do lateral Bruno Ferreira. A apatia dos 45 minutos iniciais deu lugar a um time agressivo, que quase marcou aos três, com Thalles. Diego salvou na linha. Com a postura ofensivo, o time deu o contra-ataque e quase tomou o segundo, em chute de Matheus Galdezani
Nos 20 minutos finais, Jorginho arriscou tudo e tirou o volante Marcelo Mattos para a entrada de Evander. Com a defesa exposta, ficou bem perto de sofrer o segundo gol, que causaria a eliminação na Copa do Brasil. O desespero ficou tão latente que Rafael Vaz entrou para jogar como centroavante. A substituição, que parecia loucura, deu certo. Aos 46, Eder Luís cruzou e o zagueiro completou para as redes para classificar o Vasco.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia