Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 30 de maio de 2016. Atualizado às 22h52.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR
Notícia da edição impressa de 31/05/2016. Alterada em 30/05 às 22h52min

Focus vê queda menor do PIB, mas inflação maior

projecoes_focus_01_01.jpg

projecoes_focus_01_01.jpg


Economistas e instituições financeiras ouvidos pelo Banco Central (BC) veem queda menor do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano, mas voltaram a projetar inflação maior, segundo dados divulgados ontem. O Boletim Focus, pesquisa semanal do BC, indica que a atividade econômica vai ter retração de 3,81% em 2016, ante estimativa anterior de queda de 3,83%. Quatro semanas atrás, a previsão era de contração de 3,89%.
Para 2017, a estimativa de crescimento passou de 0,50% na pesquisa passada para 0,55% nesta semana. A melhora vai em linha com sinalização de economistas, que estimam que o país já está caminhando para uma recuperação econômica. A mudança de marcha não foi efeito apenas da troca de governo, mas de ajustes feitos ainda pela administração de Dilma Rousseff, sob a tesoura do ex-ministro da Fazenda Joaquim Levy em 2015.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia