Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 24 de maio de 2016. Atualizado às 08h09.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

24/05/2016 - 08h09min.

Bolsa de Tóquio cai, influenciada por petróleo fraco e incertezas sobre Fed

A Bolsa de Tóquio fechou em baixa nesta terça-feira (24), influenciada por uma nova queda nos preços do petróleo, pela relativa força do iene e por incertezas sobre a perspectiva dos juros nos EUA.

O Nikkei, índice que reúne as empresas mais negociadas na capital do Japão, caiu 0,94%, a 16.498,76 pontos, após registrar desvalorização de 0,49% no pregão anterior.

O mercado japonês continua pressionado pela fraqueza do petróleo, que ontem acumulou perdas pela quarta sessão consecutiva, e o iene chegou a se fortalecer ante o dólar durante a madrugada, o que tende a prejudicar as ações de exportadoras.

Além disso, o apetite por risco continua prejudicado por dúvidas sobre quando o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) poderá voltar a elevar juros. Desde a semana passada, vários dirigentes do Fed sugeriram que uma nova elevação de juros poderá ser anunciada em junho.

Os destaques de baixa em Tóquio incluíram a siderúrgica Kobe Steel (-3,9%), a petrolífera Inpex (-1,8%) e a montadora Mazda (-3,1%).

Já entre companhias de menor valor de mercado, a Calsonic Kansei sofreu um tombo de 8,6%, após notícias na mídia local de que a Nissan estuda vender sua participação de 41% no fabricante de autopeças. Os papéis da Nissan recuaram 0,7%.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia