Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 16 de maio de 2016. Atualizado às 20h34.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

16/05/2016 - 20h34min. Alterada em 16/05 às 20h34min

Dólar se desvaloriza frente ao euro e à libra após dados fracos dos EUA

O dólar perdeu espaço para o euro e a libra esterlina depois que dados do setor industrial nos EUA apontaram desaceleração da atividade.
Neste fim de tarde, o euro subia a US$ 1,1323, de US$ 1,1316 na sexta-feira, enquanto a libra avançava a US$ 1,4396, de US$ 1,4312. O dólar, porém, se valorizava em relação à moeda japonesa, ao ser cotado a 108,96 ienes, de 108,65 na sessão anterior.
O índice Empire State de atividade industrial na região de Nova York caiu de 9,56 em abril para -9,02 em maio, mais que o esperado pelo mercado. O dado amplia as dúvidas quanto à disposição do Federal Reserve em elevar juros nos EUA.
Juros mais altos tendem a impulsionar o dólar, já que aplicações na moeda se tornam mais rentáveis. "Os investidores poderiam ficar mais confiantes na durabilidade da recuperação do dólar se houvesse uma mudança de expectativas em relação aos juros", disse o Brown Brothers Harriman em relatório.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia