Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 13 de maio de 2016. Atualizado às 14h50.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Conjuntura Internacional

13/05/2016 - 14h50min. Alterada em 13/05 às 14h50min

Secretário do Tesouro dos Estados Unidos alerta para risco de guerra cambial

O secretário do Tesouro norte-americano, Jacob Lew, alertou nesta sexta-feira para o risco de uma guerra cambial sobre a economia global, e disse que o G-7, o grupo das sete maiores economias do planeta, deve reiterar na semana que vem seu compromisso contra desvalorizações competitivas.
Embora as autoridades dos EUA ainda citem a China como um preocupação, têm crescido as atenções sobre a possibilidade do Japão manobrar seu câmbio.
"Temos pedido que os países sigam o compromisso feito no G-7 e no G-20", disse Lew em um evento. "Caso outros países comecem a desvalorizar sua moeda em busca de benefícios comerciais, isto vai gerar uma reação em cadeia", disse.
"Se um país A começar, o país B logo o seguirá, e então o país C. Logo estaremos em uma batalha por fatias do cada vez menor comércio global", disse o secretário.
Nos últimos dias, autoridades japonesas elevaram o tom da retórica, ameaçando intervir no iene caso sua apreciação prejudique as perspectiva da economia.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia