Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 10 de maio de 2016. Atualizado às 19h05.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

empresas

10/05/2016 - 18h30min. Alterada em 10/05 às 19h05min

Walt Disney tem alta de 1,7% no lucro no 2º trimestre fiscal, abaixo do esperado

O lucro da Walt Disney subiu 1,7% no trimestre encerrado em 2 de abril, para US$ 2,14 bilhões (US$ 1,30 por ação), de US$ 2,11 bilhões (US$ 1,23 por ação) no mesmo período do ano passado. Excluindo uma baixa contábil, a empresa teve lucro de US$ 1,36 por ação. A receita aumentou 4,1%, para US$ 12,97 bilhões.
Analistas consultados pela Thomson Reuters previam lucro por ação de US$ 1,40 e receita de US$ 13,19 bilhões. No after hours em Nova Iorque, as ações da companhia - que integram o índice Dow Jones - caíam 5,06%.
Os resultados tiveram contribuição positiva da popularidade dos filmes Star Wars e Zootopia, mas foram prejudicados pela baixa receita com anúncios da ESPN e por custos relacionados a um novo parque em Xangai, na China.
Mais cedo hoje a ESPN e a Verizon Communications informaram que encerraram uma disputa legal de um ano sobre como a rede esportiva é distribuída pela unidade Fios da companhia de telefonia. A ESPN havia sido deixada de fora de vários pacotes de canais há anos, mas em fevereiro a Verizon reformulou seus pacotes básicos para incluir canais de esportes como a ESPN.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia