Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 10 de maio de 2016. Atualizado às 15h19.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Petróleo

10/05/2016 - 15h19min. Alterada em 10/05 às 15h19min

Petrobras perde lugar para Bunge em ranking de empresas químicas mais valiosas

A Petrobras deixou de figurar neste ano entre as cinco mais valiosas empresas da indústria química, conforme levantamento conduzido pela consultoria DOM Strategy Partners e divulgado nesta terça-feira, 10. A estatal petroleira, que em 2015 ocupou a quinta posição do ranking Mais Valor Produzido (MVP) - Agro/Química e Petroquímica, cedeu espaço neste ano à Bunge.
Ainda de acordo com a pesquisa, a Basf ficou pelo segundo ano no topo da lista, seguida por Raízen, 3M, Dow e Bunge. O levantamento, que este ano está em sua terceira edição, considera aspectos como eficácia da estratégia corporativa, resultados gerados, crescimento evolutivo, valor das marcas, qualidade de relacionamento com clientes, governança corporativa, gestão de talentos, cultura corporativa, inovação, grau de transformação, uso de tecnologias digitais e sustentabilidade, conforme a DOM Strategy Partners.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia