Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 09 de maio de 2016. Atualizado às 22h41.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Política Monetária

Notícia da edição impressa de 10/05/2016. Alterada em 09/05 às 22h40min

Focus eleva previsão de IPCA para 7% e prevê recuo menor do PIB

arte_projecao_semanal_focus.jpg

arte_projecao_semanal_focus.jpg


Depois de oito quedas seguidas, os analistas do mercado financeiro consultados pelo Banco Central (BC) voltaram a elevar a previsão para a inflação deste ano. O relatório Focus divulgado ontem indicou que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve fechar o ano em 7%. Na semana passada, a expectativa era que a taxa ficasse em 6,94%. Por outro lado, após 15 reduções consecutivas na previsão para o desempenho da economia em 2016, o boletim melhorou levemente a projeção, passando de recuo de 3,89% para 3,86%.
Segundo o levantamento semanal, a inflação oficial deve encerrar mais um ano acima da meta do governo, que é de 4,5%, podendo variar dois pontos percentuais para cima ou para baixo. Na sexta-feira, o IBGE divulgou que a inflação o fechou abril em 0,61% - a menor taxa para o mês desde 2013. Nos 12 meses encerrados em abril, a taxa ficou em 9,28% - menor resultado nessa comparação desde junho de 2015, quando foi de 8,89%. Nos quatro primeiros meses de 2016, o IPCA ficou em 3,25%.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia