Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 09 de maio de 2016. Atualizado às 22h40.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

investimentos

Notícia da edição impressa de 10/05/2016. Alterada em 09/05 às 22h40min

Captação corporativa cai 71% no ano

As captações feitas por empresas no mercado local caíram 71% de janeiro a abril deste ano ante o mesmo período do ano passado, para R$ 14 bilhões, informou a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais (Anbima). Os números excluem as operações de debêntures de leasing. De acordo com a associação, a contração é praticamente homogênea entre os diferentes instrumentos.
Na renda variável, as ofertas de ações caíram 78,3%, enquanto as emissões com títulos de renda fixa sofreram redução de 67,3%, lideradas pelas debêntures, com queda de 69,7%, seguidas das notas promissórias (67,3%), dos CRIs (66,7%) e dos FIDCs (42,5%).
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia