Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 09 de maio de 2016. Atualizado às 22h40.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR
Notícia da edição impressa de 10/05/2016. Alterada em 09/05 às 22h40min

Exportações agropecuárias caem 25% no mês de abril, indica Farsul

 Colheita de lavoura de soja em Santa Rosa. Crédito José Schaefer

Colheita de lavoura de soja em Santa Rosa. Crédito José Schaefer


JOSÉ SCHAEFER/DIVULGAÇÃO/JC
O agronegócio gaúcho exportou US$ 825 milhões em abril, valor que representa uma queda de 25% na comparação com o mesmo mês de 2015. O complexo soja é o principal responsável pelo resultado, com uma retração de 38%, cerca de US$ 300 milhões. Em relação ao mês de março de 2016, o setor teve um aumento de 28,4% no valor e 34% no volume comercializado. Os números estão no relatório de Comércio Exterior do Agronegócio, divulgado pela Farsul.
O economista-chefe da Farsul Antônio da Luz explica que a retração nas exportações aconteceu, principalmente, por se ter como referência uma base forte. "Ano passado foi fora da curva", afirmou. O dólar em alta estimulou as vendas no ano passado e fez com que os estoques ficassem reduzidos. O atraso na entrada da nova safra colaborou para uma menor oferta e, consequentemente, redução nas vendas. Mesmo assim, o agronegócio respondeu por 68% das exportações gaúchas no último mês.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia