Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 05 de maio de 2016. Atualizado às 20h37.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

05/05/2016 - 20h37min. Alterada em 05/05 às 20h37min

Dólar sobe em Nova Iorque com ajustes antes do relatório de emprego dos EUA

O dólar subiu em relação ao euro e ao iene nesta quinta-feira, 5, depois de operadores reduzirem apostas contra a moeda antes do relatório mensal de emprego dos EUA, conhecido como payroll, que será divulgado amanhã.
No fim da tarde em Nova Iorque, o dólar subia para 107,26 ienes, de 106,96 ienes no fim da tarde de ontem, e o euro caía para US$ 1,1404, de US$ 1,1497.
Os investidores vinham apostando pesadamente contra o dólar nas últimas semanas, depois de o Federal Reserve (Fed) sinalizar que não tem pressa para elevar os juros básicos nos EUA novamente. No entanto, um número bom sobre criação de postos de trabalho amanhã pode fazer o Fed adotar uma visão mais favorável a um aperto monetário.
Expectativas de juros mais altos tendem a impulsionar o dólar, já que isso tornaria a moeda dos EUA mais atrativa para investidores que buscam retornos maiores.
O payroll "pode definir a defesa de um aumento dos juros em junho", afirmou Omer Esiner, analista da Commonwealth Foreign Exchange. "Ninguém quer ser pego vendido com relação a esse número."
Ao mesmo tempo, o dólar caiu em relação a algumas moedas emergentes e ligadas a commodities em razão do avanço dos preços do petróleo visto hoje.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia