Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 05 de maio de 2016. Atualizado às 20h31.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

balanços

05/05/2016 - 20h31min. Alterada em 05/05 às 20h31min

Lucro da Copasa cresce mais de 5 vezes no 1º trimesre, para R$ 89,805 milhões

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) registrou lucro líquido de R$ 89,805 milhões no primeiro trimestre do ano, valor mais de cinco vezes superior ao anotado no mesmo período do ano passado, de R$ 16,450 milhões.
Já o Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado, no qual não estão considerados os resultados de construção, somou R$ 321,549 milhões de janeiro a março, crescimento de 39,2%. A margem Ebitda ajustada ficou em 36,7% ante 30,1% nos primeiros três meses do ano passado. O Ebitda registrou o mesmo valor do indicador ajustado, mas a variação anual foi de 37,7%.
A receita líquida de água e esgoto totalizou R$ 830,811 milhões no primeiro trimestre, alta de 13,0%.
O resultado financeiro foi negativo em R$ 66,767 milhões de janeiro a março, ante os R$ 81,314 milhões também negativos de igual intervalo de 2015.
De acordo com a companhia, a elevação do lucro líquido é reflexo da melhoria das margens no primeiro trimestre, em função da elevação das receitas líquidas de água e esgoto em 13,0%, e aumento de apenas 4,0% dos custos e despesas. Esta última variação é inferior à da inflação observada nos últimos 12 meses, devido à otimização nos gastos, principalmente despesas de pessoal e melhoria da gestão e maior rigor nos processos de controles e contratação, destacou a Copasa no relatório de resultados financeiros.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia