Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 05 de maio de 2016. Atualizado às 23h53.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Notícia da edição impressa de 06/05/2016. Alterada em 05/05 às 23h53min

Safra de verão está quase encerrada no Estado

A colheita dos grãos de verão está encerrando, e os produtores gaúchos iniciam os preparativos para a semeadura do trigo e de outras culturas de inverno, como canola e linhaça. De acordo com o Informativo Conjuntural da Emater, a colheita da soja e do milho atinge 95%, e as produtividades têm surpreendido os produtores de forma positiva.
Com uma produtividade média de 2.988 kg de soja por hectare, considerada boa pelos produtores gaúchos, resta agora focar no mercado e realizar boas vendas para coroar a safra com bom lucro. O mercado está favorável e beneficiado pela forte participação de fundos de investimentos no mercado das commodities agrícolas, pelo clima adverso na América Latina, principalmente pelo excesso de chuva na Argentina, e pelo aquecimento das exportações da soja, especialmente para a China. Até o momento, cerca de 70% da safra brasileira, de 98,9 milhões de toneladas, de soja foi comercializada. Da safra 2016/2017, em torno de 20% já foi comercializada no mercado futuro. Aproveitando os preços atrativos, muitos sojicultores estão vendendo a soja e adquirindo insumos para uso nas próximas safras.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia