Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 05 de maio de 2016. Atualizado às 16h43.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Conjuntura Internacional

05/05/2016 - 16h43min. Alterada em 05/05 às 16h43min

Banco Central do México mantém taxa básica de juros em 3,75%

O Banco Central do México anunciou hoje que manteve a taxa básica de juros em 3,75% ao ano. A resolução leva em conta o ritmo fraco do comércio mundial e principalmente o resultado abaixo do esperado no crescimento da atividade econômica dos Estados Unidos no primeiro trimestre deste ano. A nota destaca que "a atividade industrial continua estagnada, refletindo os efeitos anteriores da apreciação generalizada do dólar e o lento crescimento da demanda externa".
Por outro lado, o resultado preliminar do primeiro trimestre da economia mexicana mostra-se superior ao último trimestre do ano passado, devido ao consumo interno, que tem apresentado bons números. "Essa expansão foi impulsionada pelo forte crescimento da demanda privada", completa o relatório.
A entidade também afirma que se manterá atenta aos movimentos do câmbio e da taxa de juros dos Estados Unidos, que podem se tornar um risco à inflação mexicana.
A última alteração da taxa de juros foi um aumento de 0,5% anunciado em fevereiro, em uma reunião não programada do Banco Central.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia