Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 04 de maio de 2016. Atualizado às 21h22.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

04/05/2016 - 21h22min. Alterada em 04/05 às 21h22min

Kraft Heinz tem lucro e receita acima do esperado no 1º trimestre de 2016

A. C. Lafourcade Estrella
A Kraft Heinz, controlada pela empresa de private equity brasileira 3G Capital Partners, teve lucro de US$ 896 milhões (US$ 0,73 por ação) no trimestre encerrado em 3 de abril deste ano, acima dos US$ 96 milhões (US$ 0,24 por ação) obtidos no mesmo período do ano passado, antes da fusão das duas empresas. Em uma base pró-forma, o lucro subiu para US$ 0,73 por ação, de US$ 0,46 por ação.
Na mesma comparação, a receita caiu 3,8%, para US$ 6,57 bilhões, em base pró-forma. Analistas ouvidos pela Thomson Reuters previam lucro de US$ 0,62 por ação e receita de US$ 6,5 bilhões. No after hours em Nova York, as ações da empresa subiam 5,78%.
Afetadas pelo câmbio, as vendas líquidas caíram 11,7% na Europa e 15,6% no restante do mundo, também em base pró-forma. Nos EUA as vendas líquidas ficaram praticamente estáveis, com alta de 0,2%.
Os gastos com vendas, gerais e administrativos diminuíram 12,8%, para US$ 865 milhões. "Nossas economias estão sendo geradas mais rapidamente do que o previsto e estamos com desempenho melhor no que mais importa", declarou o executivo-chefe da Kraft Heinz, Bernardo Hees.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia