Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 19 de maio de 2016. Atualizado às 23h31.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Affonso Ritter

Observador

Notícia da edição impressa de 20/05/2016. Alterada em 19/05 às 21h36min

Nossa carga tributária

A carga tributária brasileira não é mais de 36% do PIB e sim de 33%. "É alta, mas menor do que pensávamos. Porém, ainda maior do que a média dos países da América Latina (21,7% do PIB) e mais próxima da média dos países ricos da OCDE (34,4% do PIB)", escreveu o economista Manueto Almeida, novo secretário de Acompanhamento Econômico, em seu blog na véspera da indicação. O problema - acrescenta - é que, pelos dados do Tesouro Nacional, ela caiu apenas 0,7 pontos percentuais do PIB de 2011 a 2015. Ou seja, mais de três pontos da piora fiscal no período vieram do lado da despesa: aumento da despesa primária do setor público.
As correções do PIB
A carga tributária como proporção do PIB caiu de 36% para 33% por duas razões, segundo o secretário Mansueto Almeida. Primeiro, porque o IBGE fez em 2015 uma revisão de toda a série do PIB desde 1995. E, segundo, porque a receita está em queda nos últimos dois anos e, como efeito, sua relação com o PIB.
Desemprego e stress
0 16º Congresso do Isma-BR, marcado para o período de 21 a 23 de junho no hotel Plaza São Rafael de Porto Alegre, terá como tema principal Trabalho, Stress e Saúde, bem adequado à situação do País em elevado e crescente desemprego. E nele o destaque será um talk show, no primeiro dia, com a participação de especialistas brasileiros e norte-americanos.
Gestores na cozinha
A Focco Sistemas de Gestão de Caxias do Sul irá homenagear, neste sábado, seus funcionários ainda pelo Dia do Trabalhador com almoço preparado e servido por 24 gestores na Associação Atlética Catarinense de Forqueta. Junto com o almoço, atrações como bandas, shows de mágica, e degustação de cervejas artesanais.
Um projeto sustentável
O Ouro na categoria Projetos e Práticas Sustentáveis, conquistado pela H.Lar do grupo Herval, no Sinduscon Premium 2015, foi para o "Partec Green", um dos primeiros empreendimentos que será certificado pelo US Green Building Council/LEED, no Estado. O prédio é a segunda expansão do Tecnosinos, que irá acrescentar mais de 13 mil m2 de área comercial, com entrega para agosto de 2017.
Economia continua preocupando
A aprovação do impeachment da presidente Dilma Rousseff não diminuiu as preocupações do setor produtivo com os rumos da economia brasileira, na avaliação do coordenador da Pactum Consultoria Empresarial, no Rio Grande do Sul, Rafael Zanotelli, para quem os desafios mantêm o mesmo nível de exigência e alerta. "Alguns setores industriais, por exemplo, irão demorar para recuperar sua capacidade de produção e mesmo aqueles que estavam exultantes com as exportações, em face da valorização da cotação do dólar, sofrerão revés agora com a mudança das condições do ambiente político e a previsível queda da cotação da moeda", conclui.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia