Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 12 de maio de 2016. Atualizado às 02h10.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Patrícia Knebel

Mercado Digital

Notícia da edição impressa de 12/05/2016. Alterada em 11/05 às 21h08min

Vereador 3.0

As formas tradicionais de se fazer política, via de regra, não envolvem a criação de um relacionamento com as pessoas. O candidato fala na televisão, nas ruas ou por meio de panfletos e tenta convencer os eleitores se apresentando como uma solução mágica para os problemas deles. E a interação termina por aí. Isso está ultrapassado e o cientista político e especialista em marketing político digital, José Henrique Westphalen, criou um treinamento por meio de videoaulas para tentar ajudar os candidatos a descobrirem uma nova forma de se comunicarem com os seus eleitores. O Vereador 3.0: como criar uma máquina de votos digital é um curso 100% on-line e custa R$ 790,00. Ao se inscrever no www.provocadordigital.com.br, os usuários recebem um endereço exclusivo no site e podem fazer os módulos quantas vezes quiserem. "A proposta é ajudar os políticos a descobrirem o seu propósito, estabelecer uma comunicação um a um com as pessoas e conseguir usar a internet e as redes sociais conquistar votos", explica. A primeira turma já está fechada e em junho será aberta a segunda. Quem se candidata?
Cidades inteligentes
Instituições, empreendedores, pesquisadores e representantes da comunidade participam hoje do Falando de Inovação, evento promovido pelo Gabinete de Inovação e Tecnologia (Inovapoa) que acontece na Câmara Municipal. Na pauta, os desafios para a criação de cidades mais inteligentes e humanas e o novo marco legal da ciência, tecnologia e inovação.
TI no Vale do Rio Pardo
A Associação das Empresas de TI dos Vales do Rio Pardo e Taquari (Ativales) realiza hoje duas palestras dentro das atividades da Semana do Empreendedor. Varejo Phigital (integração do físico e do digital) e Aceleração e Investimentos em Startups serão os temas do dia. "A ideia é levar as novidades da área de e-commerce para os empresários da região do Vale do Rio Pardo", comenta o presidente da Ativales, Eduardo Kroth.
Tem vídeo no site
Pais com filhos entre 13 e 17 anos assumem hoje uma ampla gama de ações para monitorar a vida on-line de seus adolescentes e incentivá-los a usar a tecnologia de forma responsável. Cerca de 55% deles também limitam a quantidade de tempo que eles podem ficar na internet. Os dados são de uma pesquisa realizada pelo Pew Resarch Center, nos Estados Unidos. E são corroborados pela especialista em direito digital Letícia Batistela, que dá algumas dicas para os pais em vídeo que pode ser acessado na área Vídeos JC, no site do Jornal do Comércio.
Re-commerce
A Trocafone, startup de compra e venda de smartphones e tablets seminovos criada por dois argentinos, tem planos de faturar R$ 240 milhões esse ano no Brasil, R$ 200 milhões a mais do que em 2015. Como? Vendendo 150 mil equipamentos para consumidores que não estão dispostos a gastar para ter aparelhos novos. Projeções do IDC apontam que a venda de smartphones deve cair 8% esse ano no Brasil.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia