Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 30 de maio de 2016. Atualizado às 22h55.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR

Frases e Personagens

Notícia da edição impressa de 31/05/2016. Alterada em 30/05 às 19h58min

Frases e personagens


ANTÔNIO CRUZ/ABR/JC
"Estão criticando, inclusive no exterior, o afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT), chamando-o de golpe. Um golpe legislativo, como é feito modernamente, e ocorreu em outros países." Henrique Fontana (PT), deputado federal.
"Para o Brasil melhorar, tem que convocar uma Assembleia Nacional Constituinte, cujos integrantes, após o seu trabalho, ficariam inelegíveis por cinco anos, a fim de evitar qualquer contaminação das suas decisões." Também Henrique Fontana.
"É uma repetição chata, parece que engoliram um disco, ficam repetindo que é golpe, quanto tudo seguiu o que mandaram a Constituição e o Supremo Tribunal Federal (STF)." Alceu Moreira (PMDB), deputado federal.
"As vendas no varejo ampliado do estado de São Paulo, em volume, caíram 9,3% no primeiro trimestre deste ano ante igual período do ano passado. A crise do varejo se estende pelo País e decorre da diminuição da renda, do avanço do desemprego e da contração do crédito, deixando o consumidor mais inseguro e pessimista, sem disposição para comprar." Alencar Burti, presidente da Associação Comercial de São Paulo e da Facsp.
"Vou me aproximar, comercialmente, dos EUA e do Canadá, a fim de que a União Europeia acelere um acordo com o Brasil, cujas negociações se arrastam há muitos anos." José Serra (PSDB), ministro das Relações Exterior.
"O crescimento do Brasil deverá voltar a acontecer nos próximos trimestres. O nível de atividade no País passa por um momento de inflexão e seria um erro fixar datas para que isso ocorra. Temos que focalizar as razões da queda de crescimento, da atividade e da confiança e começar a tomar as medidas macroeconômicas para que o País volte a crescer." Henrique Meirelles, ministro da Fazenda.
"Considero muito difícil uma mudança do regime de metas da inflação. Se o Banco Central tentar mostrar para o mercado que vai aceitar uma inflação maior para reduzir os juros, vai criar uma reação muito negativa." Eduardo Velho, economista-chefe da INVX Global Partners.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia