Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 05 de maio de 2016. Atualizado às 23h55.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR

Frases e Personagens

Notícia da edição impressa de 06/05/2016. Alterada em 05/05 às 21h40min

Frases e personagens

"Não sei porque tanta preocupação com o marco regulatório para a concessão das rodovias gaúchas. Parece mais ato protelatório da oposição. Por que o governo anterior não criou o marco?" Frederico Antunes (PP), deputado estadual.
"Ter um marco regulatório é importante para que as concessionárias não fiquem apenas tapando buracos ou com pequenos trabalhos. Queremos, em troca dos pedágios por cinco, 10 ou 30 anos, duplicação de rodovias e até a construção de novos trechos." Nelsinho Metalúrgico (PT), deputado estadual.
"Publiquei, em rede social, o parcelamento do meu salário, como aconteceu igualmente com todos os servidores do Executivo, incluindo secretários e cargos em comissão." José Ivo Sartori (PMDB), governador do Estado.
"O ministro Teori Zavascki tomou uma das mais extraordinárias e corajosas decisões da história político-judiciária do Brasil." Joaquim Barbosa, ex-presidente do STF.
"A única coisa que lamento sobre Eduardo Cunha (PMDB-RJ) é que ele infelizmente conseguiu votar o impedimento e vocês assistiram a ele presidindo, com a maior cara de pau, o processo na Câmara." Dilma Rousseff (PT), presidente da República.
"O processo de impeachment foi fruto de uma chantagem de Eduardo Cunha para que o PT não votasse pelo afastamento dele no Conselho de Ética. E agora o STF afastou Cunha alegando que ele estava usando seu cargo para fazer chantagens." Também Dilma Rousseff.
"Com o afastamento do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), fica provado que as atitudes dele em prol do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) foram retaliação. Desde dezembro havia pedido para afastá-lo e ainda existem oito ações contra ele, inclusive no Supremo". José Eduardo Cardozo, advogado-geral da União.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia