Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 25 de maio de 2016. Atualizado às 09h23.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Carlos Pires de Miranda

De Olho na tevê

Notícia da edição impressa de 25/05/2016. Alterada em 24/05 às 22h06min

A dupla encarando dificuldades

Dois exigentes testes para a dupla neste feriado de quinta-feira. À tarde, o Inter recebe o perigoso Sport, impaciente na zona da degola. Sim, perigoso como se tornam todos os times médios quando jogam no Beira-Rio e o time colorado fica sem saber o que fazer para chegar ao gol. Dá para levar fé no Grêmio contra o Atlético-MG, porque será deste a obrigação de sair para o jogo. Se voltar Douglas, melhor: seus lançamentos, combinados com a velocidade dos jovens atacantes gremistas, devem funcionar. Só depende de a defesa resistir.
Goleiros
Um amigo me questiona: Danilo Fernandes joga mesmo tudo o que jogou na estreia? Acho que sim, no Sport ele já demonstrou entusiasmante potencial. Precisa apenas controlar uma tendência a dar espetáculo, boa colocação é tão importante como uma linda ponte, voando quase à altura do travessão. Em seu começo no Corinthians, tinha antes de si Júlio César (que está no Náutico), depois Walter e Cássio, quase não jogou. E continuidade é essencial para quem gosta da posição. A propósito: duvido que o São Paulo permaneça com Denis. Um goleiro fraco e inseguro repassa essas inconveniências a toda a defesa do time.
Nivelados por baixo
Há muito não se viam os 20 clubes do Brasileirão perderem, logo na segunda rodada, os 100% de aproveitamento. Como tenho dito, por enquanto todos são parecidos, mantêm nível semelhante. Nenhum está com o elenco fechado, vários ainda buscam reforços, times titulares restam indefinidos. Somente depois de uma dezena de jogos será possível avaliar quem pode crescer e se destacar. Passada a janela de transferências para China e Europa, então teremos opiniões mais firmes, embora continue não acreditando que surja um time tão melhor do que os outros 19, como ocorreu em 2015. Por enquanto, é tudo japonês mesmo.
Um finalizador elegante
O raciocínio da nota acima, também se aplica, obviamente, à dupla. As duas vitórias conquistadas domingo são valiosas, mas enganadoras. O Grêmio não deveria precisar ouvir vaias no intervalo nem sofrer tanto para vencer um desacorçoado Flamengo. O Inter, além de contar com simpática arbitragem, foi bem taticamente e eficiente no ataque, a ponto de obter quase 100% de aproveitamento - chegou e marcou duas vezes com Sasha, de supina elegância nas finalizações. Com Vitinho, Valdívia e, talvez, Nico López e Ariel, formarão um leque de boas opções de ataque para o Inter.
Pitacos
Quanto a Bobô, avisei quando chegou: agora seu desempenho confirma o prognóstico. Wallace, zagueiro que vem para atuar ao lado de Geromel, tem, antes de tudo, um ótimo caráter - e isso não decide em campo. *** Juventude e Ypiranga começaram a Série C com um empate. Só não entendi por que descer a Serra e pagar o alto custo da Arena do Grêmio para um jogo com 600 espectadores.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Dorian R. Bueno 25/05/2016 09h15min
O WILLIAN ESTÁ VOANDO !!!nnQue ótimo que o Bolaños já está bem recuperado, foi convocado para a sua SELEÇÃO e em contra partida, fez um bem danado para o lateral Willian aquele episódio acidental no último GRENAL pelo GAUCHÃO.nnJá vou logo explicando que não estou falando de socos cruzados e sim que os seus fundamentos de lateral foram aprimorados para melhor, quem sabe assistiu alguns vídeos do Luiz Carlos Winck. Valdomiro, Lula, etc.nnDepois que ficou fora devido à suspensão, à impressão que eu tenho é que ele voltou muito mais concentrado, veloz, certeiro nos seus cruzamentos para os zagueiros e atacantes do INTERNACIONAL fazer GOLS.nnAcredito que ele refletiu que toda vez que ver o Bolaños pela frente, vai ter que correr muito mais que uma FÓRMULA UM para evitar o choque com o Equatoriano, tendo em vista que é mais fraquinho e logo cai no chão por qualquer trombada de um GAÚCHO bem mais forte TCHÊ.n nAbs. Dorian Bueno Google+, POA, 25.05.2016n