Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 11 de maio de 2016. Atualizado às 22h05.

Jornal do Comércio

JC Logística

COMENTAR | CORRIGIR

aeroportos

Notícia da edição impressa de 12/05/2016. Alterada em 11/05 às 18h19min

Governo espera arrecadar mínimo de R$ 4,1 bi

Concessão de terminal gaúcho terá prazo de 25 anos, tem preço fixado em R$ 729 milhões e prevê investimentos de R$ 1,6 bilhão

Concessão de terminal gaúcho terá prazo de 25 anos, tem preço fixado em R$ 729 milhões e prevê investimentos de R$ 1,6 bilhão


MARCO QUINTANA/JC
O governo faz uma estimativa de, no mínimo, R$ 4,1 bilhões de arrecadação com o leilão de quatro aeroportos à iniciativa privada: Fortaleza, Salvador, Florianópolis e Porto Alegre. Na semana passada, a Secretaria de Aviação Civil (SAC) divulgou os valores, logo após a liberação, pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), dos editais, que agora ficarão em audiência pública por 45 dias. Apesar de o anúncio ter sido feito a toque de caixa, ainda pelo governo Dilma Rousseff, representantes do governo Temer já anunciaram que irão fazer um "pente fino" nos editais para verificar se estão de acordo com as premissas da nova gestão.
Além da cobrança de outorga, o governo prevê a realização de investimentos totais de R$ 6,042 bilhões nos quatro terminais. O aeroporto de Fortaleza ficou com a maior taxa de outorga, fixada em um mínimo de R$ 1,563 bilhão e investimentos estimados em R$ 1,306 bilhão. Para o aeroporto de Salvador, o lance mínimo será de R$ 1,49 bilhão, com investimentos de R$ 2,227 bilhões. No de Florianópolis, o preço foi fixado em pelo menos R$ 329 milhões, além de R$ 887 milhões em investimentos. O de Porto Alegre teve sua outorga estipulada em R$ 729 milhões e o investimentos em R$ 1,662 bilhão.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia