Porto Alegre, quarta-feira, 20 de abril de 2016. Atualizado às 00h22.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
29°C
33°C
22°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,5270 3,5290 1,91%
Turismo/SP 3,4700 3,7100 0,53%
Paralelo/SP 3,4800 3,7100 0,53%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

assembleia legislativa Notícia da edição impressa de 20/04/2016. Alterada em 19/04 às 22h30min

Assembleia aprova Lei da Ficha Limpa estadual

ANTONIO PAZ/JC
A PL é de autoria de Zilá Breitenbach (PSDB)

Marcus Meneghetti

Depois de discutirem horas a fio sobre o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), os deputados estaduais gaúchos aprovaram, durante a sessão plenária desta terça-feira, por 49 votos a um, o Projeto de Lei Complementar da Ficha Limpa Estadual, de autoria da deputada estadual Zilá Breitenbach (PSDB). O texto da proposta proíbe que pessoas consideradas inelegíveis, segundo critérios da Lei da Ficha Limpa nacional, sejam nomeadas para qualquer cargo público no Rio Grande do Sul  seja este cargo em comissão (CC), função gratificada, secretário de Estado, secretário adjunto, procurador-geral de Justiça, defensor público-geral, presidentes, superintendentes e diretores de órgãos e empresas públicas da administração pública direta e indireta. "Não temos a pretensão de acabar com a corrupção no Rio Grande do Sul, mas sim termos mais uma ferramenta contra irregularidades na gestão pública", defendeu a autora do projeto. 
Depois de ser elogiado por todos os líderes das bancadas que se pronunciaram na tribuna da Casa inclusive do P-Sol, que costuma ser um antagonista político dos tucanos , o deputado Marcel van Hattem (PP) questionou por que o projeto demorou cinco anos para ser apreciado no plenário. "A autora merece os parabéns. O líder do governo nesta Casa (deputado Alexandre Postal, PMDB), também, por permitir que essa matéria chegasse ao plenário. O projeto tramita desde 2012, o que faz com que nos perguntemos: por que não foi votado antes, no governo Tarso Genro (PT)?", provocou Van Hattem.
Em resposta, a deputada Manuela d'Ávila (PCdoB) foi à tribuna para rebater o questionamento do parlamentar. "Esse projeto está pronto para ser votado desde julho de 2015, com relatoria minha na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), pela constitucionalidade do projeto. Estávamos esperando o PSDB pedir preferência para votação da matéria, o que não aconteceu", falou Manuela.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Jardel pede afastamento da Assembleia para tratamento de saúde
Mesa encaminhou à Procuraria do Legislativo pedido de manifestação a respeito da decorrência da licença concedida
Deputados aprovam regulamentação de pequenos empreendimentos Defesa do deputado Mário Jardel apresenta argumentos na Comissão de Ética
Os advogados do deputado estadual Mário Jardel (PSD) apresentaram ontem, na Comissão de Ética da Assembleia Legislativa, a defesa do parlamentar
Ficha Limpa estadual pode ser votada hoje

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo