Porto Alegre, sexta-feira, 15 de abril de 2016. Atualizado às 01h39.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
23°C
33°C
25°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,4740 3,4760 0,02%
Turismo/SP 3,4700 3,6100 1,09%
Paralelo/SP 3,4700 3,6100 1,09%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Polícia Federal Notícia da edição impressa de 15/04/2016. Alterada em 15/04 às 01h38min

Maluf continua na lista de procurados da Interpol

A ordem internacional de prisão contra o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) continua válida, segundo comunicado feito pela procuradoria de Nova Iorque para o Ministério Público de São Paulo e a prefeitura da cidade. A única mudança que ocorreu foi que as fotos de Maluf e de seu filho, Flávio Maluf, saíram do site da Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal), ainda de acordo com a procuradoria de Nova Iorque. A retirada das fotos foi feita pela Interpol a partir de dois critérios: gravidade do crime praticado e interesse público. Com o crescimento do terrorismo nos últimos anos, Maluf se tornara uma figura menor no cenário internacional, segundo interpretação de um delegado da Polícia Federal (PF) que já trabalhou na Interpol.
Maluf está na lista da Interpol desde março de 2010. O deputado foi incluído no sistema de alerta vermelho pela Procuradoria de Nova Iorque, com ordem de prisão válida para 181 países, porque parte do dinheiro desviado na abertura da avenida Água Espraiada, atual Roberto Marinho, passou por um banco de Nova Iorque antes de chegar em Jersei, um paraíso fiscal no Canal da Mancha, ao lado da Inglaterra. Procurada pela reportagem, a assessoria de Maluf afirmou que ele não comentaria a questão. O deputado sempre repete que nunca teve conta no exterior.  A Interpol no Brasil, representada pela PF, não quis se pronunciar.

Leia o texto integral em nossa
ediÇÃo para folhear

  • Acesso gratuito, durante fase de avaliação, mediante cadastro.
  • Clique aqui para acessar.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Polícia Federal deflagra operação no Rio Grande do Sul para combater falsificação de dinheiro
A ação do grupo alcançou ainda os municípios de Santana do Livramento, Camaquã, Pelotas, Rio Grande e possivelmente outros.
Cunha promete acelerar tramitação de projeto que dá independência à PF
A proposta desvincula administrativa e financeiramente a Polícia Federal do Ministério da Justiça
'Lava Jato não vai parar', garante Cardozo Ministério da Justiça reage e afirma que não haverá sucateamento na PF

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo