Porto Alegre, quarta-feira, 20 de abril de 2016. Atualizado às 00h24.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
29°C
33°C
22°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,5270 3,5290 1,91%
Turismo/SP 3,4700 3,7100 0,53%
Paralelo/SP 3,4800 3,7100 0,53%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Cuba Notícia da edição impressa de 20/04/2016. Alterada em 19/04 às 20h56min

Raúl Castro é reeleito líder do Partido Comunista

ISMAEL FRANCISCO/AFP/JC
Raúl (c), que substituiu o irmão Fidel (e) na presidência, deve deixar o cargo em 2018

Raúl Castro foi reeleito primeiro-secretário do Partido Comunista de Cuba para um segundo mandato de cinco anos. Outros veteranos manterão suas posições no topo da hierarquia política do país, frustrando as expectativas de que surgiriam pistas sobre a sucessão de Raúl no 7º Congresso do Partido Comunista, que se encerrou nesta terça-feira.
Raúl, de 84 anos, seguirá como chefe de Estado na posição de primeiro-secretário do partido, o cargo mais importante do país. José Ramón Machado Ventura foi mantido como segundo-secretário por mais um mandato, afastando as especulações de que surgiria um novo número 2. Ele é conhecido como um defensor da ortodoxia comunista e uma voz contra as principais recentes reformas econômicas no país.
A grande expectativa era que aparecessem indicações sobre a sucessão de Raúl, que anunciou que deixará a presidência em 2018. Ele comanda o país desde a saída de cena do irmão Fidel por problemas de saúde, em 2006. A reeleição indica que ele deve ficar no poder mesmo após deixar a presidência. O atual primeiro vice-presidente, Miguel Díaz-Canel, é o primeiro na linha sucessória para chefiar o governo a partir de 2018 e também costuma ser apontado como nome forte entre os candidatos a liderar o partido após a saída da chamada "geração histórica", que participou da revolução de 1959. Tido como um burocrata formado nas fileiras do Partido Comunista e leal a Raúl, ele também faz parte do poderoso Comitê Central.
Para Jorge Domínguez, especialista em Cuba da Universidade Harvard, Díaz-Canel e outros "jovens experientes" da cúpula cubana são os que estão mais bem posicionados para a sucessão. Outros nomes fortes são o chanceler Bruno Rodríguez e o ministro da Economia, Murillo Jorge.
No discurso de abertura do congresso, no sábado, Raúl anunciou que serão feitas reformas na Constituição nos próximos anos para incluir as reformas em curso no país, como a permissão para empreendimentos privados e mudanças na cúpula do regime. A aprovação das mudanças seria por meio de referendo popular.
Raúl propôs ainda o teto de 60 anos como idade máxima para ingressar no Comitê Central e de 70 para exercer cargos de direção. Os mandatos seriam limitados a dois de cinco anos cada.
"Esta proposta permitirá garantir o rejuvenescimento sistemático de todo o sistema de direção do partido", disse. Segundo o mandatário, toda a reforma passará pela Assembleia Nacional e por referendo popular, embora ele não tenha dado detalhes sobre como será esta consulta.
O Partido Comunista é o único com reconhecimento legal e que, segundo a Constituição, deve guiar os passos da ilha em matéria de economia e sociedade, o que o converte em uma organização tão poderosa como o Executivo.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Raul Castro diz que Cuba fará reforma constitucional Havana abre mercado atacadista para empreendimentos privados
Fidel Castro faz sua primeira aparição pública em nove meses 'Não precisamos que o império nos presenteie', diz Fidel para Obama

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo