Porto Alegre, sexta-feira, 29 de abril de 2016. Atualizado às 19h17.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
13°C
17°C
6°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,4380 3,4400 1,68%
Turismo/SP 3,4000 3,5500 1,11%
Paralelo/SP 3,4000 3,5500 1,11%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Saúde 29/04/2016 - 15h35min. Alterada em 29/04 às 19h17min

Mortes por Gripe A sobem para 25 no Rio Grande do Sul

FREDY VIEIRA/JC
Longas filas para vacinar

Mais sete pessoas morreram por complicações de vírus da Gripe A no Rio Grande do Sul. O total de óbitos em 2016 subiu a 25 casos, segundo o boletim mais recente, divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde (SES) na manhã desta sexta-feira (29), em Porto Alegre. Neste sábado, postos de saúde abrem para vacinar o público alvo. Na Capital, serão 142 unidades abertas das 8h às 17h.  
Foram seis mortes por Influenza A (H1N1) confirmados nos últimos dias. O levantamento anterior havia apontado para 18 mortes, 17 pelo mais letal (H1N1) da Gripe A. O H1N1 gera agravamento maior e mais rápido do quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) dos infectados e foi associado à epidemia de 2009, levando 298 pessoas à morte no Estado (2.871 infectados). O outro óbito teve relação com o Influenza A sem identificação do subtipo.
No total de casos que não resistiram ás complicações da virose, são 23 de H1N1 e dois indicado como não subtipado. Já os casos infectados de Gripe A alcançam 89 este ano, 79 pelo subtipo H1N1. Outros dez são do não identificado. 
Em 2015, foram registradas nove mortes por Influenza A, seis por H1N1. Em 2014, o vírus foi responsável por 12 dos 25 óbitos por Gripe A. O crescimento dos caso este ano - que agora já iguala ao de 2014 e com maior infecção pelo H1N1 - provoca maior corrida à vacinação em postos de saúde (onde a dose é gratuita ao público alvo) e clínicas privadas, que apontam falta de material.
Neste sábado, Porto Alegre (seis mortes pelo H1N1 e 29 casos de Gripe A este ano), terá 142 unidades abertas para imunizar as populações prioritárias - de crianças pequenas, gestantes, idosos (mais de 60 anos) e portadores de doenças crônicas (que devem apresentar prescrição médica ou receita da medicação usada). É o dia D da campanha nacional.
A prefeitura solicitou à SES o reforço de doses para evitar o desabastecimento. Filas em postos se formam desde segunda-feira (25), quando começou a campanha na Capital, antecipando a demanda. Também é efeito da maior procura pela população diante do aumento da mortalidade. 

Quem pode vacinar nos postos de graça:

  • Pessoas com 60 anos ou mais
  • Gestantes (em qualquer idade gestacional)
  • Puérperas (até 45 dias após o parto)
  • Crianças de seis meses a menores de cinco anos
  • Povos indígenas
  • Pessoas de cinco a 59 anos portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (conforme listagem definida pelo Ministério da Saúde em conjunto com sociedades científicas) - Importante: levar prescrição médica ou receita da medicação usada para comprovar a condição. 
  • Trabalhadores da área da Saúde (todos os trabalhadores de saúde dos serviços públicos e privados, nos diferentes níveis de complexidade)
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Opas emite novo alerta sobre zika com aumento de casos de síndrome rara
Hoje, 18 países têm casos autóctones de infecção pelo zika, segundo boletim atualizado da Opas
Porto Alegre quer zerar transmissão vertical do HIV Relação entre casos de microcefalia e o Zika vírus é confirmada
Pesquisador da Fiocruz diz que situação pode provocar no Brasil uma 'tragédia sanitária'
Sete estados registram 399 casos de microcefalia, segundo MS

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo