Porto Alegre, terça-feira, 26 de abril de 2016. Atualizado às 23h05.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
12°C
14°C
6°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,5180 3,5200 0,81%
Turismo/SP 3,4500 3,6300 1,35%
Paralelo/SP 3,4500 3,6300 1,35%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
Palavra do Leitor Roberto Brenol Andrade


Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 27/04/2016

Eleições gerais

Após a goleada que o governo levou no processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), a conjuntura é de mudança. Que não necessariamente é mudança, pois trocar Dilma por Michel Temer (PMDB) em nada muda. Para Dilma, Temer é um traidor por fazer com ela o que os dois fizeram com o povo. Ambos patrocinaram a retirada de direitos da população. São cúmplices do mesmo crime, o estelionato eleitoral. E o vice-presidente não foi nada decorativo, como pregou, tentando afastar-se dela. Temer foi articulador político do governo, o que não é nada decorativo. Dilma e Temer são os dois lados de uma mesma moeda, e em nada muda trocar a coroa pelo "cara". A população deve ser protagonista do seu destino e decidir o seu caminho o mais breve, lutando por novas eleições, limpas e gerais, visto que a linha sucessória de Dilma é mais contaminada que as águas do Rio Doce com a lama da Samarco. O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) segura o mandato à base de manobras; o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), até réu já é. Nem Dilma, nem Temer, nem Renan, nem Cunha, por eleições gerais! (Marcos Adriano Prestes, presidente da Uges)
Eleição em Porto Alegre
Não consigo compreender que partidos políticos que estão na base do governo da Capital estejam fazendo campanha para candidatos próprios, sem deixar seus cargos. Ora, o candidato situacionista à prefeitura de Porto Alegre é Sebastião Melo (PMDB). Não seria de bom alvitre que todo aquele que não estiver com Melo no próximo pleito da cidade desocupasse seus cargos, seja de que escalão for? (Nero Buralde, professor)
Bolsonaro
Jair Messias Bolsonaro (PSC-RJ) é um militar defensor de práticas como tortura, homofobia, xenofobia, bifobia, entre tantas outras fobias. Quando ele presta uma homenagem a Carlos Brilhante Ustra em rede nacional, está afirmando sua admiração ao coronel e a todas as atrocidades que ele cometeu. Quando Bolsonaro revela que seria incapaz de amar um filho gay, preferindo que o mesmo morresse em um acidente, está dizendo que homossexuais não merecem afeição. Quando o deputado diz que não estupraria sua colega de Parlamento porque ela não merece, está dando voz aos 56% dos homens que já admitiram a prática de alguma forma de agressão às mulheres. (Juliana Farias, jornalista)
Futebol
O futebol gaúcho está de parabéns pelo São José e o Juventude. Deram uma sacudida na mesmice que impera por aqui há 30 anos, tudo acabando em um Grenal. Não é para ser contra a dupla, porém, é certo que os clubes da Capital, Cruzeiro e São José, e das principais cidades gaúchas lutam contra a falta de torcida e, consequentemente, a falta de dinheiro para montar equipes melhores. Sem bons times, aí não ganham títulos; sem títulos, não têm torcida; sem torcida, não têm dinheiro; e o ciclo desestruturante no futebol gaúcho se fecha. (Oswaldo Castro, Caxias do Sul)
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Entrevista especial
Lendo a entrevista semanal do Jornal do Comércio, com o professor Eduardo Carrion, duas respostas me chamaram atenção
Fundos de pensão
Desde 2001, se fala muito de desvios e falcatruas nos fundos de pensão como Petros, Postalis, Funcef, de bancos públicos e outros, que alimentaram campanhas eleitorais e a ganância de usurpadores travestidos de políticos e amigos de políticos indicados em troca de favores e doações milionárias.
Dívida do Estado
O governador José Ivo Sartori (PMDB) omite, muito convenientemente para ele e para os políticos, que, neste meio tempo, o Rio Grande do Sul tomou muitos empréstimos
Golpe?
Concordo, totalmente, com o conteúdo da manifestação do colega Vitor Bley de Morais a respeito do "Bolsa Família"

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo