Porto Alegre, quinta-feira, 28 de abril de 2016. Atualizado às 00h30.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
10°C
17°C
5°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,5190 3,5210 0,02%
Turismo/SP 3,4500 3,6300 0%
Paralelo/SP 3,4500 3,6300 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
Observador Affonso Ritter


Observador

Notícia da edição impressa de 28/04/2016

Uma fábrica inteligente

Uma das muitas atrações da Feira Industrial de Hannover é a Smart Factory, ou fábrica inteligente. Trata-se de uma entidade que reúne 47 associados - empresas privadas, entidades de ensino e institutos de pesquisa -, cuja meta é o desenvolvimento industrial. E, na linha de produção montada na feira, para mostrar como funciona na prática uma indústria 4.0. Esta linha de produção é integrada por várias empresas, onde cada uma faz uma parte do produto, tal a possibilidade de integração. E que tem condições de fabricar um produto personalizado com preço de produto de massa; aliás, uma das características importantes da indústria 4.0, até para atender às crescentes exigências dos consumidores.
Problema técnico
A ideia da Smart Factory era mostrar ao circuito guiado de um grupo de brasileiros a produção de uma carteirinha de cartões de visita. Mas mal ela havia sido iniciada, e surgiu um problema, que parou o processo e exigiu a intervenção, com alguma demora, de técnicos, agora obrigados a dominar a mecânica e eletrônica.
A conectividade
Ainda que a indústria 4.0 esteja em seus primeiros passos, já preocupa ao diretor técnico do Sebrae-RS, Ayrton Ramos, sua produtividade, onde o grande desafio é a conectividade, que precisa ser eficiente. Não pode haver perda de tempo e de resíduos, fechamentos imprecisos e falta de encadeamento de processos.
Várias associações
Outra novidade da feira é a associação de empresas, com finalidade técnica. Há pelo menos duas, ambas no setor de automação industrial e para facilitar a comunicação de dados, adotando algum padrão, diante da atual diversidade. Uma americana, a ODVA, que surgiu em 1995; e outra alemã, a eCl@sse, em 2000.
Brasil-Alemanha
Representantes da Fiergs e da região da Turíngia (Alemanha) reuniram-se ontem na feira para tratar do Encontro Econômico Brasil-Alemanha marcado para o segundo semestre de 2017 em Porto Alegre. E hoje acontecerá com o mesmo fim uma reunião entre a Fiergs e a BDI (a CNI alemã) na sua sede em Berlim.
Uma feira ainda muito alemã
A Feira Industrial de Hannover continua sendo ainda muito alemã, para mostrar poderio e inovações, segundo um dos seus visitantes mais veteranos do Brasil, o presidente do Sinmetal e vice-presidente da Fiergs, Gilberto Petry, presidente também da Weco de Porto Alegre. Aliás, esta mesma característica tem chamado a atenção de jornalistas estrangeiros, que encontram pouco material de divulgação em inglês. Mas o que mais deu na vista nos roteiros de Petry neste ano foi a quantidade de chineses, presentes em quase todos os pavilhões e vendendo de tudo, com grande número de visitantes em cada um deles. Bem como o crescimento de expositores relacionados à automação, que alias sempre foi seu foco principal.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Carro impresso em 3D
Um carro totalmente impresso em 3D, que funciona. Foi o que anunciou o presidente Barak Obama em seu discurso na abertura da Feira Industrial de Hannover, na noite de domingo passado
A manhã de Obama na feira
O primeiro dia da Feira Industrial de Hannover 2016 foi atípico. Embora nas anteriores os chefes de Estado do país parceiro sempre tenham visitado estandes neste dia, a presença do presidente dos EUA (país parceiro), Barak Obama, complicou a movimentação das pessoas no evento
A vitrine de Hannover
O condomínio em atraso
O novo Código de Processo Civil trouxe com sua atualização uma porção de novidades. Entre tantas, a mudança na cobrança do condomínio em atraso

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo