Porto Alegre, domingo, 24 de abril de 2016. Atualizado às 22h14.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
9999°C
19°C
12°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,5700 3,5720 1,10%
Turismo/SP 3,4700 3,7200 1,63%
Paralelo/SP 3,4800 3,7200 1,63%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Notícia da edição impressa de 25/04/2016. Alterada em 22/04 às 20h00min

SIM Rede prevê em 2016 expansão no faturamento

CARLA PERUSSATO/SIM REDE DE POSTOS /DIVULGAÇÃO/JC
Neco Argenta fala da mudança de estratégia

A SIM Rede de postos projeta, para este ano, um crescimento de 16% em seu faturamento em relação a 2015. Hoje, com 104 unidades distribuídas no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina e com 2.007 funcionários, é considerada a maior rede de postos do Brasil. O bom desempenho nos negócios explica-se pela mudança de estratégia: atuando inicialmente em segmentos distintos da economia, optou-se em fazer a diversificação dentro de seus ponto de venda, fortalecendo suas lojas de conveniências, restaurantes e centros de lubrificação.
De acordo com o empresário Neco Argenta, a meta projetada de crescimento para 2016 é audaciosa, quando se analisa o cenário econômico do País, porém prevê que ela será alcançada, principalmente, pelas unidades que entraram em funcionamento em 2015 e que irão "performar" na sua totalidade neste ano.
Argenta explica que o crescimento em 2016 está embasado na consolidação de investimentos já feitos. "Em número de postos será menor que nos anos anteriores, apenas concluindo os projetos já iniciados", comenta. O empresário destaca a trajetória de vocação empreendedora, lembrando que, desde a fundação da empresa, há 30 anos, no município de Flores da Cunha, na Serra gaúcha, sempre houve um árduo trabalho para superar os desafios.
Argenta diz que até 2009, a empresa chamava-se Ditrento. "Tivemos um marco importante que impulsionou o nosso crescimento em 2009, onde atuávamos em sete negócios distintos (comércio de açúcar, indústria de alimentos, indústria de vinhos, transporte rodoviário de cargas, transporte de passageiros, produção agrícola e os postos de combustíveis). A estratégia da diversificação tinha nos ajudado até aquele momento, porém a atuação em diversos segmentos estava comprometendo nosso foco e, por consequência, o resultado do principal negócio, que era postos de combustíveis. Então tomamos a decisão de mudar a estratégia de investimentos em vários segmentos direcionando o trabalho e os recursos para a operação de postos de combustíveis, o que nos proporcionou um crescimento médio de 27% nos cinco anos seguintes. Em 2009, também, tomamos a decisão de separar a gestão da Vinicola Luiz Argenta que é presidida por meu irmão e sócio, Deunir Argenta."
O empresário explica que existe um trabalho forte para solidificar cada vez mais a SIM Rede de Postos, com a determinação de ampliar a oferta de produtos e serviços no ponto de venda que proporcionam maior rentabilidade.
"Efetuamos cerca de dois milhões de abastecimentos por mês na rede e temos muito mais para oferecer para os clientes do que apenas combustíveis. Trabalhamos para rever os processos internos em busca de oportunidades de melhorias para obter cada vez mais eficiência e atravessarmos momento como esse de instabilidade de mercado com mais solidez", acrescenta.
 
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo