Porto Alegre, quinta-feira, 31 de março de 2016. Atualizado às 10h22.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
22°C
30°C
21°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,5930 3,5950 0,74%
Turismo/SP 3,6200 3,7800 0,52%
Paralelo/SP 3,6200 3,7800 0,52%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Protestos Notícia da edição impressa de 31/03/2016. Alterada em 31/03 às 10h22min

Ufrgs recebe encontro sobre democracia e legalidade

ANTONIO PAZ/JC
Ato em defesa da democracia, salão de atos da UFRGS. na Foto: Manifestação no salão de Atos da UFRGS em defesa da Democracia

A reitoria da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), em conjunto com os coletivos Frente Povo Sem Medo e a Frente Brasil Popular realizaram ontem, no Salão de Atos da Ufrgs, o Ato em defesa da democracia e da legalidade. O tema foi discutido por palestrantes convidados, como o ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT) e o ex-prefeito de Porto Alegre e ex-deputado estadual Raul Pont (PT).
O evento foi prévio à manifestação contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), que ocorre hoje, a partir das 17h, na Esquina Democrática, no Centro de Porto Alegre. O link do evento no Facebook tem cerca de 15 mil pessoas confirmadas. Além de Porto Alegre, movimentos sociais e sindicatos realizam atos contra o impeachment em outras 24 capitais e outras 31 cidades brasileiras.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Manifestantes realizam cavalgada contra governo Cavalgada em Porto Alegre reúne militantes em favor do impeachment de Dilma Protesto contra impeachment reúne 5 mil pessoas em São Paulo
A manifestação da Frente Povo Sem medo começou às 18h no Largo da Batata, em Pinheiros, zona oeste da capital
Manifestantes fazem protesto em defesa de democracia em shopping no Rio
Com faixas, bandeiras e um megafone, eles criticaram o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff e a defesa, por setores da população, desse processo, que eles chamaram de golpe

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo