Porto Alegre, domingo, 13 de março de 2016. Atualizado às 18h04.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
24°C
30°C
19°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,5880 3,5900 1,42%
Turismo/SP 3,5500 3,7900 0,78%
Paralelo/SP 3,5500 3,7900 0,78%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Protestos 13/03/2016 - 14h20min. Alterada em 13/03 às 18h04min

Coxinhaço mobiliza apoiadores de Dilma no Parque da Redenção em Porto Alegre

FREDY VIEIRA/JC
Ato pró-Dilma na Redenção.

Patrícia Comunello

Um dos escassos atos pró-Dilma no País, um coxinhaço no Parque da Redenção, em Porto Alegre, atrai centenas de apoiadores da presidente e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na tarde deste domingo. Não muito distante da Redenção (como é chamada pelos porto-alegrenses), no Parque Moinhos de Vento (o Parcão), haverá o protesto anti-Dilma.
O presidente da CUT-RS, Claudir Nespolo, estimou, no começo da tarde, que havia 5 mil participantes. "Até o final do dia, vamos reuniu 10 mil", aposta Nespolo. O ponto alto do ato está previsto para as 17h. "O 13 é mais nosso que deles (referindo-se ao dia das manifestações convocadas pelos grupos anti-Dilma), estamos denunciando o golpe e esse biombo que querem usar a corrupção para derrubar a Dilma e o Lula", alfinetou o presidente da CUT-RS. 
No começo da tarde, grupos ligados ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) chegaram ao parque, aos gritos pela reforma agrária. De São Gabriel, a funcionária da prefeitura e integrante do PT Fernanda Ávila veio com quase 50 petistas. Portando um cartaz, Fernanda foca o combate da febre "Chicocunha". "Aproveitamos a epidemia, o assunto que está na moda para pedir a saída do Eduardo Cunha", disse a militante, que entrou na fila da coxinha.     
"Trouxemos 100 quilos, depois mais cem e vamos assar mais 100. Vai ter até o final, o pessoal está com fome. Tem de comer para protestar", disse Marcelo Pereira do Nascimento, do Sindicato dos Metalúrgicos de Porto Alegre e que atua no suprimento de carne. No coxinhaço anterior, foram apenas cem quilos.  
Um dos deputados federais do PT gaúcho, Paulo Pimenta ressaltou que o coxinhaço é uma forma simples de protestar. Segundo Pimenta, os poucos atos mantidos seguiram a orientação em cada estado. "Estamos fazendo aqui para incentivar os outros a irem para a rua", incentivou Pimenta. No dia 18, os movimentos pró-Dilma planejam manifestações em todo o País, com atos mais regionalizados, segundo Nespolo.  


COMENTÁRIOS
José Caversan - 13/03/2016 15h09min
Corrupção é chamada de biombo pelo presidente da Cut.nNão vai haver golpe, vai haver justiça.

DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Manifestantes se reúnem no Parcão em protesto contra Dilma Manifestações pelo impeachment de Dilma começam pelo País Trio elétrico em Brasília vai reunir Malafaia, Bolsonaro e Feliciano no domingo
"Todos evangélicos", destaca o comunicado divulgado pela assessoria de imprensa de Cavalcante

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo