Porto Alegre, quinta-feira, 31 de março de 2016. Atualizado às 00h08.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
22°C
31°C
21°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,6200 3,6220 0,46%
Turismo/SP 3,6200 3,7800 0,52%
Paralelo/SP 3,6200 3,7800 0,52%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Artigo Notícia da edição impressa de 31/03/2016. Alterada em 30/03 às 21h22min

Sem competitividade não há empregos

Edilson Deitos

Estamos em época de crise econômica. É tempo de ainda mais nos renovarmos e criarmos possibilidades de sobrevivência no mercado. Atuo no setor plástico há mais de 25 anos, sempre acreditando no potencial deste material para o conforto e a praticidade no dia a dia das pessoas.
Mesmo descoberto há um século e meio, o plástico alcançou o desenvolvimento em escala industrial somente nas últimas três décadas. Neste período, as oportunidades de negócios evoluíram. Novos métodos de pesquisa e o progresso na construção de máquinas e equipamentos de transformação vêm possibilitando a produção com qualidade de grandes quantidades e diversidades de produtos plásticos. Somos otimistas, acreditamos no futuro do setor. Mas, se avaliarmos os gráficos, o cenário é desconfortante. Em 2015, a produção física de produtos plásticos nacional caiu 8,7% e houve redução de quase 30 mil postos de trabalho no Brasil. Já no Rio Grande Sul, a produção física com um total transformado de 477.739 toneladas apresentou uma queda de 10,71% e uma redução de postos de trabalho de 8,62%, passando para 27.618 trabalhadores no setor. Para o plástico gaúcho, frente aos principais concorrentes - São Paulo, Paraná e Santa Catarina - os incentivos fiscais inferiores e os custos de logística e de mão de obra inflacionados pelo piso regional do RS são os maiores obstáculos. Estamos vivos e vamos seguir na luta, mas, definitivamente, sem competitividade não há empregos. Vale lembrar disso!
Presidente do Sindicato das Indústrias de Material Plástico/RS
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Opinião econômica: Brasil ao cubo O golpe é contra os trabalhadores e o Brasil
Se ainda pairava alguma dúvida, tudo ficou bem claro com o embarque das federações empresariais na aventura do golpe do impeachment da presidenta Dilma Rousseff (PT)
Adoção consensual - Projeto de Lei 3.904/2015
Sob o ponto de vista teórico, o direito brasileiro, através do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), contempla um procedimento formal para a adoção
Manifesto
Não há como silenciar diante deste momento, em que nosso País vem enfrentando uma severa crise econômica e política

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo