Porto Alegre, segunda-feira, 28 de março de 2016. Atualizado às 23h20.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
22°C
29°C
18°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,6250 3,6270 1,49%
Turismo/SP 3,6200 3,7900 1,81%
Paralelo/SP 3,6200 3,7900 1,81%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Artigo Notícia da edição impressa de 29/03/2016. Alterada em 28/03 às 20h23min

A defesa da Legalidade 55 anos depois

Adão Villaverde

A mais honrosa inspiração para a defesa da democracia e do Estado de Direito está muito perto de nós e pertence à memória coletiva dos gaúchos, marcados como protagonistas na história recente do País. Descende do Movimento da Legalidade, amálgama do espírito libertário, da reverência à Constituição e da coragem dos gaúchos, manifestados há 55 anos, nas ruas do Rio Grande do Sul.
O exemplo da bravura dos cidadãos indignados com a afronta à Carta Magna e com o desrespeito ao escrutínio das urnas, liderados pelo governador Leonel Brizola em 1961, deve ser obrigatoriamente referenciado hoje pelos democratas e progressistas em solo gaúcho e brasileiro. Por motivos similares, a tentativa de golpe contra João Goulart para não assumir a presidência na renúncia de Jânio Quadros, assemelha-se aos ataques desesperados e ilegais ao mandato da presidenta Dilma Rousseff (PT).
O desprezo ao resultado das eleições presidenciais é tão escandaloso quanto a infidelidade ao regramento máximo do País. A pretexto de um nada sincero combate à corrupção atacam sem limites as salvaguardas constitucionais e, por decorrência, o Estado Democrático de Direito, tão duramente reconquistados na luta contra a ditadura e o regime autoritário.
Não é à toa que juristas respeitados reafirmam que não podemos retroceder nas conquistas obtidas.Por isso tomo a liberdade de conclamar aos gaúchos, aos democratas, aos trabalhistas, aos progressistas e aos constitucionalistas que assumamos por inteiro nossa herança das melhores tradições cívicas do solo rio-grandense. Reafirmando porque nossa gente sempre está na linha de frente da defesa e da garantia dos direitos de nossa Carta Magna.
Sobretudo agora, em que ela está sendo novamente atacada. Vamos impedir que haja um novo golpe, desta vez contra uma presidenta legitimamente eleita, à semelhança do que tentaram fazer com Jango, mas que, à época, os gaúchos e Brizola, resistindo honradamente, não permitiram que acontecesse.
Deputado estadual (PT)
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Opinião econômica: Descontrole, recessão e desemprego Eu presto atenção, mas ele não diz nada
Fala que nunca mais utilizará um táxi, pois os motoristas do Uber são mais educados e os carros são mais novos
Em 1950, Pelotas tinha futebol feminino
O tema "futebol feminino", em sites de buscas na internet, revela que o Araguari Atlético Clube (MG) é considerado o primeiro clube do Brasil a formar um time feminino
E você, o que faz para colaborar?
Os casos de dengue no País aumentaram 130% entre 15 de fevereiro e 1 de março, com 200 novos registros por hora

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo