Porto Alegre, quinta-feira, 03 de março de 2016. Atualizado às 22h34.
Dia do Meteorologista.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
21°C
25°C
20°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,8010 3,8030 2,21%
Turismo/SP 3,7500 4,0500 0%
Paralelo/SP 3,7500 3,9400 2,71%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Artigo Notícia da edição impressa de 04/03/2016. Alterada em 03/03 às 19h50min

Muito além do atraso de salários

Gilberto da Silva

O novo parcelamento de salários dos funcionários públicos estaduais demonstra um Estado que não consegue cumprir suas necessidades básicas.
Não que a única função do Estado seja pagar salários em dia, mas este atraso traz à público a falta de recursos para atender as urgentes e necessárias demandas da população em segurança, saúde e educação.
As alternativas apresentadas pelo governo do Estado para equilibrar as finanças estaduais não estão atingindo o objetivo desejado. A renegociação da dívida com a União é uma novela que se estende há vários anos e nunca chega a um resultado favorável.
O aumento do ICMS, aprovado na Assembleia Legislativa em meio a protesto da sociedade, não atingirá os valores calculados pelo governo diante da desaceleração da economia. Sem falar na cobrança da dívida ativa que, apesar dos esforços da Secretaria da Fazenda, cada vez aumenta mais.
O Estado tem que agir no combate à sonegação de impostos, com ações ostensivas de fiscalização, aumentando a percepção de risco dos maus contribuintes e realizar atividades diretas de auditorias nas empresas que não estão recolhendo seus tributos corretamente. Está mais do que na hora de o Estado agir de forma eficaz, buscando os recursos para o equilíbrio financeiro. As fontes tradicionais de receita não estão esgotadas.
Vice-presidente do Afocefe/Sindicato
 
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
O empreendedorismo e as franquias Opinião econômica: O estagiário Procura-se jovem que saiba calcular. E o que ele procura? Opinião econômica: Eu aposto no Brasil

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo