Porto Alegre, terça-feira, 08 de março de 2016. Atualizado às 22h55.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
24°C
29°C
19°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,7380 3,7400 1,47%
Turismo/SP 3,6900 3,9100 1,01%
Paralelo/SP 3,6900 3,9100 1,01%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Imigração Notícia da edição impressa de 09/03/2016. Alterada em 08/03 às 20h30min

ONU mostra apreensão com acordo entre UE e Turquia

THOMAS KIENZLE/AFP/JC
Merkel afirmou que 'as coisas estavam se movendo na direção certa'

O chefe do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), Filippo Grandi, declarou ontem que o órgão está "profundamente preocupado" com o acordo sobre imigrantes esboçado na segunda-feira entre a Turquia e a União Europeia (UE). O documento prevê reenviar à Turquia todos os imigrantes apanhados no Mar Egeu - que separa a Turquia da Europa - ou que já chegaram à Grécia, mas ainda não fizeram pedido de asilo no país.
Em troca, a UE aceitaria milhares de refugiados sírios, levando-os à Europa por caminhos seguros, sem que precisem fazer travessias perigosas de barco e sem ficar à mercê de traficantes. Para cada imigrante que for apanhado no Mar Egeu, o bloco europeu se comprometerá a receber um pedido de asilo de um refugiado de acampamentos turcos.
Na prática, seria uma troca de um "ilegal" por um "legal" que já esteja na Turquia. "Estou profundamente preocupado com qualquer acordo que envolva o envio indiscriminado de pessoas de um país para outro, sem levar em conta as garantias de proteção aos refugiados previstas no direito internacional", afirmou Grandi ao Parlamento Europeu, em Estrasburgo, na França.
Ontem, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, disse que "as coisas estavam se movendo na direção certa" após a UE aprovar o rascunho do acordo com a Turquia para conter o fluxo de imigrantes para a Europa - uma questão fundamental para os alemães, que votarão em eleições estaduais no próximo domingo.
O acordo é um sinal importante de progresso para Merkel, que luta contra a resistência interna para obter um plano europeu para combater uma crise que levou mais de 1 milhão de imigrantes para a Alemanha no ano passado. "No geral, as coisas estão indo na direção certa", disse a chanceler em entrevista à rádio SWR, tentando amenizar as preocupações de que a Turquia estaria chantageando a Europa. "Não. Nós estamos buscando um equilíbrio de interesses", ressaltou Merkel.
Os líderes da União Europeia gostaram da oferta da Turquia de receber de volta os imigrantes que atravessam a Europa e concordaram, em princípio, com outras demandas turcas. Uma definição sobre o acordo só ocorrerá em 17 e 18 de março.
 
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
República Tcheca está pronta para aceitar refugiados sírios, diz premiê
Bohuslav Sobotka, disse que o país está pronto para aceitar refugiados vindos diretamente da Turquia
Acordo entre UE e Turquia sobre imigrantes deve sair na próxima semana
Como primeiro passo, a Turquia disse que espera que as nações da UE facilitem o visto de entrada para cidadãos turcos em poucos meses
Alemanha não deve fechar rota dos Balcãs
Naufrágio deixa pelo menos 25 mortos na costa turca

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo