COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Acidente Notícia da edição impressa de 07/03/2016. Alterada em 06/03 às 22h54min

Famílias pedem que buscas pelo voo MH370 prossigam

Os familiares dos passageiros desaparecidos a bordo do voo MH370 da Malaysia Airlines defendem que as buscas devem continuar além do prazo de encerramento, em junho. O sumiço do avião, que desapareceu no caminho entre Kuala Lumpur, na Malásia, e Pequim, na China, com 239 pessoas a bordo, completa dois anos amanhã.
Destroços encontrados perto de Moçambique renovaram as esperanças de muitos parentes, que pedem que os investigadores revejam erros cometidos no início das buscas. Ontem, familiares e amigos dos passageiros se reuniram em um shopping de Kuala Lumpur, em um ato para "reavaliar" a busca. Ao som de músicas tristes e performances de dança, eles fizeram um pedido emocionado para que as buscas continuem até que o avião seja encontrado.

Leia o texto integral em nossa
ediÇÃo para folhear

  • Acesso gratuito, durante fase de avaliação, mediante cadastro.
  • Clique aqui para acessar.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Ônibus cai da ponte sobre Rio Jacuí na BR-290, entre Porto Alegre e Eldorado do Sul Aviões militares caem em Myanmar e na Indonésia
Aviões caíram em acidentes distintos causando a morte de pelo menos sete pessoas
Incêndio atinge Cinemateca Brasileira
Segundo os bombeiros, parte do acervo foi danificada. Não houve vítimas
Mãe de brasileira que sobreviveu a naufrágio espera notícias da filha

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo