Porto Alegre, quinta-feira, 31 de março de 2016. Atualizado às 00h08.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
22°C
31°C
21°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,6200 3,6220 0,46%
Turismo/SP 3,6200 3,7800 0,52%
Paralelo/SP 3,6200 3,7800 0,52%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Agronegócios Notícia da edição impressa de 31/03/2016. Alterada em 30/03 às 23h14min

Governo gaúcho recebe números sobre laticínios

PEDRO REVILLION/PALÁCIO PIRATINI/JC
PMEs lácteas da América Latina realizarão encontro no próximo mês

Representantes de pequenas e médias indústrias do setor lácteo gaúcho estarão no Palácio Piratini, hoje, às 14h30min, para uma audiência com o governador José Ivo Sartori. O objetivo da visita é chamar a atenção do governo para a representatividade e importância da atividade no Rio Grande do Sul, assunto que será uma das pautas do 3º Encontro Latino-Americano para PMES Lácteas.
O evento, que acontece de 27 a 29 de abril de 2016, no Fundaparque, em Bento Gonçalves, é organizado pela Associação das Pequenas Empresas de Laticínios do Rio Grande do Sul (Apil/RS) e Portal Lechero, do Uruguai, sendo a primeira vez realizado no Brasil. Até o momento, 11 países já confirmaram a presença de suas delegações. Na ocasião, o presidente da Apil, Wlademir Pedro Dall Bosco fará o lançamento oficial do evento e pedirá a presença do governador do Estado no encontro.
De acordo com a coordenadora do evento, Cecilia Agradi, a Apil decidiu trazer o encontro para o Rio Grande do Sul com o objetivo de oferecer aos interessados a possibilidade de criar oportunidades para a troca de experiências, conhecimentos e negócios para a cadeia do leite em geral. "As pequenas e médias empresas lácteas, em particular, têm requisitos específicos, questões próprias e uma ampla gama de oportunidades para se identificar e tornar-se sustentável ao longo do tempo, assim como melhorar a produtividade e a competitividade", explica.
No Rio Grande do Sul, dados da Apil mostram que, nos últimos cinco anos, a representatividade das pequenas e médias empresas de lácteos dobrou. Atualmente, os associados da entidade produzem 2,3 milhões de litros de leite por dia, o que representa 18% do total da produção gaúcha. Já em relação ao queijo, este número chega a 65% de tudo o que é produzido no Estado. São cerca de 14 mil propriedades em 280 municípios do Rio Grande do Sul envolvidas nesta cadeia, que gera 3,2 mil empregos diretos.
As edições anteriores do Encontro Latino-Americano para as Pequenas e Médias Empresas Lácteas ocorreram em Santa Fé, na Argentina, em outubro de 2013, e em Colonia Del Sacramento, no Uruguai, em agosto de 2014.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Agricultura confirma questionamento na OMC sobre barreiras à carne do Brasil
Durante a 65ª Reunião do Comitê sobre Medidas Sanitárias e Fitossanitárias (Comitê SPS), os representantes brasileiros também questionaram as restrições impostas pela Nigéria às carnes bovina e de aves nacionais
Estudo da Conab detalha clima para safra de verão Estado pretende dobrar produtividade de peixe Suínos e frangos têm abate recorde em 2015

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo