Porto Alegre, domingo, 20 de março de 2016. Atualizado às 22h43.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
21°C
29°C
22°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,5810 3,5830 1,88%
Turismo/SP 3,6100 3,7700 0,78%
Paralelo/SP 3,6100 3,7700 0,78%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Contas públicas Notícia da edição impressa de 21/03/2016. Alterada em 20/03 às 21h38min

Prefeitura de Porto Alegre e Sindicato dos Municipários avaliam cenário econômico atual

MARCELO G. RIBEIRO/JC
Em 14 de abril, sindicato faz assembleia para definir pauta ao executivo

Marina Schmidt

O Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (Simpa) ainda não tem fechadas as demandas a serem reivindicadas na negociação coletiva deste ano, mas já está atento às recentes sinalizações transmitidas pelo Executivo, que projeta um cenário conturbado para o orçamento de 2016.
Em fevereiro, o prefeito José Fortunati alegou que o contexto econômico difícil pode levar ao parcelamento dos salários dos servidores. A afirmação já foi reiterada pelo prefeito e reforçada pelo secretário da Fazenda, Jorge Tonetto. Segundo as previsões da equipe econômica da prefeitura, o período mais crítico ocorrerá no início do segundo semestre, entre julho e agosto.

Leia o texto integral em nossa
ediÇÃo para folhear

  • Acesso gratuito, durante fase de avaliação, mediante cadastro.
  • Clique aqui para acessar.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Fortunati decreta medidas de contenção de despesas em Porto Alegre
Um decreto publicado também na sexta-feira, em edição extra no Diário Oficial, confirma a preocupação do Executivo com o rumo das finanças neste ano
Aprofundamento da crise deteriora o quadro orçamentário de Porto Alegre Feltes avalia proposta da União para a dívida Jaques Wagner descarta uso das reservas internacionais para fazer investimentos
"Se for o caminho, será para pagar dívida, mas não há nenhuma decisão a respeito", afirmou ministro da Casa Civil

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo