Porto Alegre, terça-feira, 08 de março de 2016. Atualizado às 22h52.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
24°C
29°C
19°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,7380 3,7400 1,47%
Turismo/SP 3,6900 3,9100 1,01%
Paralelo/SP 3,6900 3,9100 1,01%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Conjuntura Notícia da edição impressa de 09/03/2016. Alterada em 08/03 às 22h52min

PIB brasileiro deverá ter queda de até 4,5% neste ano, prevê instituto

NELSON ALMEIDA/AFP/JC
Segundo o IIF, investimento em bolsa brasileira é o maior desde 2012

O Instituto Internacional de Finanças (IIF), formado pelos 500 maiores bancos e instituições financeiras do mundo, voltou a piorar as previsões para a recessão brasileira e agora espera contração de 4% a 4,5% do Produto Interno Bruto (PIB) do País este ano. Em relatório divulgado em fevereiro, o IIF previa que a queda do PIB este ano poderia chegar até a 4%, mas o economista da instituição para a América Latina, Ramón Aracena, visitou o Brasil recentemente e não ficou muito animado com o que encontrou no País. O economista, que fica baseado em Washington, vê chances de um aprofundamento maior da recessão deste ano, com retração do PIB superior a 4%.
Com isso, o período 2015/2016 pode marcar o pior desempenho do PIB desde a depressão dos anos 1930. "A incerteza é a única certeza no Brasil", afirmou o economista em relatório divulgado ontem. Na passagem pelo Brasil, ele notou a escalada da crise política e econômica, com as investigações da Operação Lava Jato ganhando ainda mais força.

Leia o texto integral em nossa
ediÇÃo para folhear

  • Acesso gratuito, durante fase de avaliação, mediante cadastro.
  • Clique aqui para acessar.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Cresce percepção de calote entre empresas gigantes nacionais Atividade econômica encolheu 4,1% em 2015
IBC-Br calculado pelo BC recuou 0,52% em dezembro, ficando com desempenho negativo pelo décimo mês seguido
Dilma fará proposta de reforma da Previdência Indexação e tributos vão pressionar inflação

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo